Futebol Total: Dedérminator

Contra o Internacional, D’Alessandro estava em campo. Mas o argentino mal foi notado. Depois foi a vez do São Paulo com o tão falado Lucas. Atuação discreta em pleno Morumbi. Por último, o Santos de Neymar. O atacante mais badalado do país não conseguiu ter nem ousadia e nem alegria. Os três clubes e, consequentemente, os três astros saíram derrotados pelo Vasco neste Campeonato Brasileiro. E, vestindo a camisa 26, estava Dedé, que passou a ser chamado de “Exterminador de Atacantes”, nesta quinta-feira, na Internet por torcedores cruz-maltinos.
Mas os desafios não param por aí. Quem achava que depois de encarar o novo astro do futebol brasileiro Dedé iria ter sossego está muito enganado. No clássico contra o Botafogo, no próximo domingo, às 18h30m (de Brasília), no Engenhão, o zagueiro irá reencontrar Loco Abreu. No único embate neste ano, o Vasco de Dedé saiu melhor: vitória por 2 a 0. Desta vez, ele terá de repetir a boa atuação evitando as jogadas aéreas, a principal arma do uruguaio.
  Os números também comprovam o bom desempenho. As faltas, por exemplo, são raras. Nestes três jogos – contra Internacional, São Paulo e Santos – em que encontrou típicos dribladores pela frente, foram apenas três. Uma média de uma por partida. Além disso, o zagueiro teve roubadas de bolas foram dez. Já as finalizações de D´Alessandro, Lucas e Neymar? Somadas foram apenas cinco.
Nenhum dos três fez gol… já Dedé balançou a rede contra o Internacional e o Santos! A boa fase rendeu ao vascaíno a primeira chance na Seleção Brasileira e o troféu Armando Nogueira da 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.
– Estou trabalhando para ter uma oportunidade. Ser convocado já foi um grande passo, mas é devargazinho que vamos conquistando o treinador (Mano Menezes) – explicou.
  • o ladrão
    10 desarmes
    Dedé não deu moleza para D´Alessandro, Lucas e Neymar. Nos duelos contra os três badalados atacantes, o zagueiro roubou dez bolas.
  • jogo limpo
    3 faltas
    O jogador vascaíno é conhecido pela lealdade. Nos duelos contra os três atacantes, Dedé fez apenas três faltas. Uma por partida…
  • artilheiro
    2 gols
    Além de ter parado Lucas, Neymar e D´Alessandro, que saíram em branco contra o Vasco, Dedé fez dois gols – um no Inter e outro no Santos
Toda essa raça, aliada ao carisma e a simplicidade, fizeram com que Dedé arrebatasse os corações do vascaínos. “Mito” e “Dedékenbauer” foram dois apelidos dados pela torcida vascaína ao jogador de 23 anos. Ciente de que o assédio do futebol europeu vai ficar cada vez maior, a campanha “Não se vende Dedé” está lançada desde o início do ano. Humilde, ele agadece ao apoio e garante que sua única missão é parar todos os atacantes para ajudar o Vasco a sair com a vitória.
– Estamos trabalhando para continuar melhorando. Só tenho a agradecer todo o apoio da torcida. Eles sempre me incentivaram, mesmo antes de eu ser lembrado para a seleção – afirmou o jogador, que, só pensa em conseguir beliscar uma oportunidade de poder entrar em campo vestindo a camisa do Brasil após ter alcaçado a sonhada primeira convocação.
Notas altas e muitos gols
ARMANDO NOGUEIRA D´Alessandro Lucas Neymar
Notas de Dedé contra… 7,0 8,5 8,0
Notas dos atacantes ao enfrentar Dedé… 5,5 6,5 6,5
 As atuações nestas partidas renderam a Dedé altas notas no Troféu Armando Nogueira. E as avaliações ruins de seus adversários mostram a importância do zagueiro. D’Alessandro, por exemplo, recebeu 5,5 na derrota do Internacional para o Vasco. Dedé ganhou 7,0. Já Lucas e Neymar receberam 6,5 nas derrotas de São Paulo e Santos, respectivamente. O desempenho do camisa 26 do Vasco foi amplamente superior: 8,5 no primeiro jogo e 8,0 no segundo.
Neymar Dedé Santos x Vasco (Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do vasco)Neymar teve atuação apagada contra Dedé 
(Foto: Marcelo Sadio / Site Oficial do Vasco)
Mas não é só na defesa que Dedé mostra a sua importância. Nesta temporada, já foram seis gols marcados, provando que ele também é um bom elemento surpresa nas jogadas de bola parada. Coincidentemente, dois dos gols foram nas partidas contra Internacional e Santos. O bom número surpreendeu até o próprio jogador:
– Meu recorde era de dois gols por ano e até agora já marquei seis nesta temporada. Estou feliz demais com o meu momento aqui no Vasco – disse.
Dedé é só alegria, os vascaínos estão felizes… Só os que realmente não estão sorrindo são os atacantes rivais. Que venha a próxima vítima do “Dedérminator”…
Fonte: Globo Esporte

Publicado em 4 de agosto de 2011, em Futebol Total. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: