Noite Quente –> Confiram Dicas para evitar a Ejaculação Precoce

Veja dicas para evitar a ejaculação precoce

A ejaculação precoce, atualmente conhecida como ejaculação rápida, é causada apenas por fator psicológico e a grande vilã da história é a ansiedade. “Geralmente, os ejaculadores rápidos são homens ansiosos em tudo na vida. Eles se alimentam e tomam banho rápido, por exemplo”, diz a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello.

A sexóloga dá uma dica para o homem começar a superar o problema sexual. “Durante o banho, ele deve ensaboar todo o corpo e por último o genital. Assim, ele aprenderá a perceber sensações em outras partes do corpo além do pênis”, diz Carla.


O psiquiatra e professor da especialização em Medicina Comportamental da Unifesp, Geraldo Possendoro, afirma que para uma relação sexual o corpo masculino passa por uma espécie de “processo preparatório”.


Segundo o médico, para que o homem tenha e mantenha a ereção é necessária uma série de eventos fisiológicos de diferentes naturezas, sendo um deles a ativação da divisão parassimpática do sistema nervoso autônomo, ou seja, aquele que controla automaticamente o funcionamento dos órgãos.


Já no caso da ejaculação é estimulada a divisão simpática do sistema nervoso autônomo. De acordo com Possendoro, esta região é responsável pela ansiedade nas pessoas. Portanto, o homem entra em uma relação sexual um pouco tenso, relaxa (quando ativa a divisão parassimpática do sistema nervoso autônomo) e fica um tanto ansioso ao ser estimulada a divisão simpática no momento da ejaculação. “O orgasmo por si só gera ansiedade por ser um evento futuro”, explica o psiquiatra.


Conforme explicou Possendoro, o ejaculador rápido já entra ansioso na relação sexual. “Ele apresenta uma ansiedade de performance. E ao pensar que vai falhar, já ativa a divisão simpática”, esclarece. “Este homem tem de mudar a maneira de pensar e sentir a situação de entrar na relação sexual. O homem deve estar física e mentalmente relaxado”. Técnicas de relaxamento são trabalhadas em terapia focada na ansiedade. 


Confira 5 lições masculinas para você ser ainda melhor de cama

Muitas mulheres, mesmo após anos de intimidade, ainda mantêm uma barreira entre si e o parceiro quando o assunto é sexo. Talvez porque o modo de falar, agir e demonstrar intenções seja diferente para nós e para eles. Na cama, então, bastou uma vírgula errada e pronto, começa o desentendimento e a insegurança. “Homens têm mais facilidade em separar sexo de afetividade. Isso não é um defeito e não deveria ser visto como um problema. Pelo contrário, a objetividade pode ser a peça-chave para uma relação mais prazerosa”, explica Aílton Amélio da Silva, professor de comunicação não-verbal e relacionamento amoroso da Universidade de São Paulo (USP) e autor do livro Relacionamento Amoroso (Ed. Publifolha). 

Com a ajuda do profissional e da psicóloga Arlete Gavranic, especialista em educação e terapia sexual (SP), selecionamos cinco atitudes masculinas que ajudam a encontrar alegria sob os lençóis.


Ele não liga para as imperfeições do corpo


Por mais que os homens se preocupem com o físico, mostrar um corpo imperfeito à parceira não interfere no desejo ou performance sexual deles. A razão é: eles não são educados para se prender a detalhes. “O homem vê a mulher como um conjunto: rosto, seios, pernas, bumbum. Por isso não repara em pequenos defeitos”, diz Aílton. Já as mulheres colocam nos olhos do companheiro o que só elas enxergam: gordurinhas, celulite…


Você aprende – A mulher pode se treinar para abstrair defeitos e focar a atenção no prazer do casal. “Para isso é preciso gostar de si. Não é o corpo que chama a atenção do parceiro, mas a sensualidade da fêmea”, diz Arlete. “Enquanto a beleza é sinônimo de capacidade reprodutiva para a mulher, ao homem importa apenas o sexo”, conclui. Feche os olhos, sinta as mãos dele em sua pele e concentre-se (apenas!) nas sensações que esse toque lhe proporciona. Quanto mais segura você estiver, maior o prazer.


Ele quer transar, mesmo após uma briga


Quem nunca se viu nessa situação: vocês brigam por coisas pequenas, mas que fazem a cabeça ferver; você espera desculpas, mas em vez disso ouve: “Vamos para o quarto”? Pois é, homens separam a vivência afetiva da sexual. O desejo não fica amarrado a mágoas e, esquecida a raiva, a testosterona fala mais alto. “Os homens guardam menos rancor, seus desejos têm mais importância do que o desentendimento em si”, afirma Aílton. O sexo após um clima é uma forma de o parceiro demonstrar o quanto a deseja, e aquele turbilhão de hormônios liberados durante a transa pode ser um estimulante para tornar a reconciliação mais gostosa.


Você aprende – Na opinião de Arlete, a mulher pode aprender a ser mais objetiva. “Ela deve saber dizer ‘não gostei, não concordo, vamos conversar e fazer diferente daqui pra frente’. Resolvido o problema, por que não o sexo, que é um ótimo jeito de fazer as pazes?”


Ele espera atingir o orgasmo em todas, todas as transas


Enquanto muitas mulheres esperam chegar a pelo menos alguns orgasmos em suas relações, o homem conta com o clímax sempre. “A mulher dá mais valor ao durante do que o homem, por isso muitas vezes não se incomoda se o orgasmo não vem”, diz Arlete. A ejaculação, na opinião de Aílton da Silva, é mais do que sensação de plenitude para o homem – a capacidade de chegar ao orgasmo é sinônimo de masculinidade: “Para o homem, o orgasmo é crucial. Ele precisa disso para provar que é viril”.


Você aprende – Para ter tantos orgasmos quanto ele, comece assumindo que você merece chegar lá. “Se inicia uma relação sexual com a convicção de que tem direito ao prazer, isso ajuda você a mostrar suas reais necessidades ao parceiro, facilitando sua capacidade de alcançar o orgasmo”, explica Aílton. Arlete ressalta que produtos de sex shop, como fantasias e vibradores, podem ajudar: “Mas só funciona se os produtos são erotizados dentro da cabeça da mulher. Ou seja, ela tem que se sentir competente para fazer dos brinquedos uma forma de chegar ao prazer”.


Ele larga tudo por sexo


Por que é tão difícil para a mulher priorizar o sexo em meio a tantas obrigações? O homem para tudo por uma transa. “As mulheres acabaram assumindo múltiplas jornadas – casa, filho, trabalho -, deixando o prazer sexual em segundo plano. Educada para ser mãe e profissional exemplar, ela não foi treinada para assumir o papel de esposa sensual, cheia de tesão. Quando chega o momento em que pode se permitir, ela já está cansada”, afirma Arlete. Além disso, para nós o sexo está ligado a romantismo. “Enquanto o homem quer somente o ato, a mulher precisa vivenciar um contexto, mesmo após anos de relacionamento”, explica o professor.


Você aprende – Com tantas tarefas, fica difícil aliviar a tensão. “Enquanto a mulher não tiver certeza de que tudo está sob controle, ela não se permitirá ter tempo para o sexo. Se houver a colaboração do parceiro nos afazeres domésticos ou em atividades como buscar os filhos na escola, ela ficará liberada mais cedo das suas funções e poderá se doar aos momentos de prazer como esposa”, sugere Arlete. No lado psicológico, mais uma vez a fantasia sexual pode ajudar. Com o parceiro, faça de atividades rotineiras, como colocar a roupa para secar ou lavar louça, o ambiente ideal para realizar uma fantasia erótica.


Ele fala o que quer


Quando o homem deseja algo – seu tempo, sua atenção, você sem roupa… – ele diz. Sem pudor, costuma verbalizar seus desejos durante a transa. Mulheres que naturalmente já não têm essa facilidade em expor o que querem ainda acreditam proteger o ego do outro ao se calar. “Elas acham que pedir algo implica que o parceiro não está sendo bom o suficiente”, ressalta Aílton. O problema é que então também passam a esperar que os homens interpretem seus sinais para realizar seus desejos – é a velha fantasia do príncipe que salva a mocinha, e que não cabe na realidade. “Hoje o casal constrói tudo junto, o crescimento profissional e pessoal dos dois está interligado. A mulher deve trazer isso ao sexo”, sugere o professor.


Você aprende – Falar, falar e… falar! Problemas de relacionamento se resolvem numa boa conversa. “O diálogo é importante, mas as palavras devem ser escolhidas com cuidado, pois homens se ofendem, se sentem inseguros”, ressalta Aílton. E se você é daquelas que não se imagina pedindo ao parceiro o que gostaria que ele fizesse, tente demonstrar. Coloque a mão dele onde você deseja que ele a toque, faça sons que indiquem que está gostando, troque de posição se não curtir algo… Outra abordagem são recadinhos por escrito. Arlete garante que o jogo de sedução atiça o homem e ajuda as mulheres a pedir algo específico. “Escrever ‘Gosto quando você faz isso’, ou ‘Que tal assim?’, é um jeito de revelar suas preferências e, para muitos casais, representa uma forma de erotismo”, diz a psicóloga.


Fonte de Hoje: GP1 Sexo

Anúncios

Publicado em 19 de junho de 2012, em Noite Quente. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: