Arquivo da categoria: Traumas Humanos

Traumas Humanos: Reapresentação do último capítulo!

Capítulo 19 – Reapresentação
As três continuam a se olhar, quando Raquel desaba no chão. Foi baleada.
Logo, Maria Antônia liga para a polícia e tudo se resolve.
Elas vão ao enterro, dão o último adeus à tia e pegam o caminho de volta pra casa.
Maria Antônia estava muito triste:
– Como pode, não é maninha. Tantos acontecimentos. Somos tão jovens e tão vividas. Acho que me faltam dedos para contar o número de tragédias que aconteceram em nossas vidas.
Carol, pensativa, diz:
– É sim. A morte dos nossos pais. Sabe, me doeu tanto ter que te dar a notícia. Dizer a você que a partir daquele momento estaríamos sozinhas no mundo.
Maria Antônia diz:
– Verdade. Ter que ver você indo para outro estado, morar com os nossos tios e ser abusada. Não foi fácil.
Carol relembra:
– Ver você em uma cadeira de rodas, foi um trauma para mim.
Maria Antônia emenda a conversa:
– Trauma? Não me fale em traumas. Foram tantos em nossas vidas. Lembrá-los me traz muita tristeza.
As duas descem do carro e param numa praça. Compram um sorvete, sentam-se em um banco. Carol, sorrindo, diz:
– Maninha, tudo isso cooperou para o bem. Lúcio e Gabriel foram pessoas marcantes em nossas vidas.
Maria Antônia da uma gargalhada:
– Sim… Justo na hora que nós estávamos começando a nos apaixonar.
Carol concorda:
– E pensar que eles sumiram, em um passe de mágica…
Gabriel e Lúcio olham do céu para as duas e dizem juntos:
– Ah, meninas, como DEUS está orgulhoso de vocês. Tudo isso que aconteceu na vida de vocês não passam de TRAUMAS HUMANOS.
As duas se abraçam…
FIM
E SEGUNDA, às 6 da tarde, o UHTV! traz uma nova reprise. Dessa vez, a escalada foi “Feridas do Tempo”, que fez muito sucesso em nossa telinha em 2010. Escrita por Luís Henriq e Francisco Netto, essa história vai balançar suas tardes.

Vidas visivelmente separadas, que um dia se encontrarão
Conflitos, humor, tragédia, romance e muitas mentirasVilões intermináveis em suas condutasMocinhos nem tão mocinhos assim
Conflitos familiares onde os mais diversos sentimentos são expressos.


Você não pode perder. É nessa segunda, dia 3, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!
* Daqui a pouco sai o resultado da enquete sobre “Traumas Humanos”. Não deixe de ver!
Anúncios

Reapresentação do Último Capítulo!

 
AMANHÃ, às 6 da tarde, o UHTV! vai reexibir o último capítulo de “Traumas Humanos”.

Escrita por Luís Henriq, a web mostrou a trajetória de duas irmãs. Um trajetória cheia de traumas e com um final surpreendente.
A exibição dessa web-novela mostrou ser uma boa escolha, provando isso em sua audiência que foi muito boa.
E, SEGUNDA, 3, às 6 da tarde, em substituição à esse grande sucesso, o UHTV! traz uma nova reprise. Dessa vez, a escalada foi “Feridas do Tempo”, que fez muito sucesso em nossa telinha em 2010. Escrita por Luís Henriq e Francisco Netto, essa história vai honrar seu título com uma história muito bem escrita.

Vidas visivelmente separadas, que um dia se encontrarão

Conflitos, humor, tragédia, romance e muitas mentiras
Vilões intermináveis em suas condutas

Mocinhos nem tão mocinhos assim
Conflitos familiares onde os mais diversos sentimentos são expressos.



Você não pode perder. É segunda, dia 3, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!

* O resultado da enquete de “Traumas Humanos” sai amanhã, às 18h30. Não perca!

Traumas Humanos: Último e mais amocionante capítulo!

Capítulo 19
As três continuam a se olhar, quando Raquel desaba no chão. Foi baleada.
Logo, Maria Antônia liga para a polícia e tudo se resolve.
Elas vão ao enterro, dão o último adeus à tia e pegam o caminho de volta pra casa.
Maria Antônia estava muito triste:
– Como pode, não é maninha. Tantos acontecimentos. Somos tão jovens e tão vividas. Acho que me faltam dedos para contar o número de tragédias que aconteceram em nossas vidas.
Carol, pensativa, diz:
– É sim. A morte dos nossos pais. Sabe, me doeu tanto ter que te dar a notícia. Dizer a você que a partir daquele momento estaríamos sozinhas no mundo.
Maria Antônia diz:
– Verdade. Ter que ver você indo para outro estado, morar com os nossos tios e ser abusada. Não foi fácil.
Carol relembra:
– Ver você em uma cadeira de rodas, foi um trauma para mim.
Maria Antônia emenda a conversa:
– Trauma? Não me fale em traumas. Foram tantos em nossas vidas. Lembrá-los me traz muita tristeza.
As duas descem do carro e param numa praça. Compram um sorvete, sentam-se em um banco. Carol, sorrindo, diz:
– Maninha, tudo isso cooperou para o bem. Lúcio e Gabriel foram pessoas marcantes em nossas vidas.
Maria Antônia da uma gargalhada:
– Sim… Justo na hora que nós estávamos começando a nos apaixonar.
Carol concorda:
– E pensar que eles sumiram, em um passe de mágica…
Gabriel e Lúcio olham do céu para as duas e dizem juntos:
– Ah, meninas, como DEUS está orgulhoso de vocês. Tudo isso que aconteceu na vida de vocês não passam de TRAUMAS HUMANOS.
As duas se abraçam…

FIM
E SEGUNDA, às 6 da tarde, o UHTV! traz uma nova reprise. Dessa vez, a escalada foi “Feridas do Tempo”, que fez muito sucesso em nossa telinha em 2010. Escrita por Luís Henriq e Francisco Netto, essa história vai balançar suas tardes.

Vidas visivelmente separadas, que um dia se encontrarão
Conflitos, humor, tragédia, romance e muitas mentirasVilões intermináveis em suas condutasMocinhos nem tão mocinhos assim
Conflitos familiares onde os mais diversos sentimentos são expressos.


Você não pode perder. É nessa segunda, dia 3, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!
* Amanhã, às 18:30 sai o resultado da enquete sobre “Traumas Humanos”. Não deixe de ver!

Traumas Humanos: Em meio à tantos acontecimentos, um milagre acontece!

Capítulo 18 – Penúltimo Episodio
Maria Antônia entra em pânico:
– Como assim me matar?
Raquel, com fúria nos olhos, diz:
– Aquela filha da mãe foi até a minha casa para seduzir meu marido e tirá-lo de mim. Já o matei, vim pra matar ela, mas como ela não está, vou matar você.
Raquel saca uma arma e aponta na cabeça de Maria Antônia.
Maria Antônia começa a orar:
– Ah, meu SENHOR. Não permita que me seja feita essa injustiça. Sei que sou falha, fraca e pecadora, mas… Tem compaixão de mim. Salva-me. Desde já me arrependo dos meus pecados e… Todo aquele que crê em Ti, ainda que esteja morto, viverá.
Ao terminar a oração, Carol entra na casa. Raquel vira-se, e aponta a arma para Carol:
– Agora sim, está do jeito que eu quero. Vagabunda. Sua ladra de maridos. Porque traiu sua tia que te deu abrigo?
Carol indignada, diz:
– Trair? Eu fui abusada por diversas vezes. Tive que usar formigas para me livrar do pedófilo do seu marido. Que nojo, não gosto nem de lembrar.
Enquanto as duas discutiam, Maria Antônia começa a lembrar das conversas que teve com Lúcio…
“- Maria, você não pode se deixar levar por esse sentimento. Mantenha a fé. Lembre-se, a mesma fé que faz você sentir DEUS perto de você é a mesma que vai fazer você se levantar e é a mesma que vai trazer sua irmã de volta. Creia em DEUS e o mais ele fará”.
Essa frase martelava várias vezes na mente de Maria Antônia. Ela agiu a fé. Com esforço e muita vontade, ela conseguiu se levantar da cadeira. Ela vai, calmamente por trás de Raquel e segura a arma.
As duas começam a brigar pela arma… A briga é constante. Carol também entra na disputa e, em certo momento, a arma dispara:
PÁ!
As três param, olham umas para as outras. Cada olhar esboçava um sentimento de apreensão com medo.

_____________________________________________________
SEGUNDA, dia 3, às 6 da tarde, o UHTV! traz uma nova reprise. Dessa vez, a escalada foi “Feridas do Tempo”, que fez muito sucesso em nossa telinha em 2010. Escrita por Luís Henriq e Francisco Netto, essa história vai balançar suas tardes.
Vidas visivelmente separadas, que um dia se encontrarãoConflitos, humor, tragédia, romance e muitas mentirasVilões intermináveis em suas condutasMocinhos nem tão mocinhos assim
Conflitos familiares onde os mais diversos sentimentos são expressos.


Você não pode perder. É nessa segunda, dia 3, às 6 da tarde. Só aqui, no UHTV!

Traumas Humanos: Uma visita aterrorizante pode acabar com a alegria das irmãs!

Capítulo 17
As duas veem que Lúcio e Gabriel não estavam mais ali. As duas sentem uma paz muito grande e uma luz azul toma conta do ambiente.
As duas se abraçam mais uma vez. Agora, elas tem todo tempo do mundo para compartilharem as experiências boas e ruins que tiveram.
2 semanas se passam
Carol cria uma grande dúvida em Maria Antônia:
– Sabe, nós apenas recebemos a notícia da morte de nossos pais, mas não vimos os dois no caixão. Tenho esperança de que eles ainda estejam vivos.
Maria Antônia diz:
– Será, Carol? Faz tanto tempo, mais de anos. Não é possível que ainda estejam vivos.
A conversa das duas é interrompida quando ouvem alguém bater na porta. Maria Antônia, presa à cadeira de rodas, vai atender a visita.
Ao abrir a porta, a visita diz:
– Surpresa ao me ver?
Maria Antônia fica muito feliz. Sua tia Raquel estava de volta. Mesmo sabendo de tudo que seu Tio Pedro fez, ela recebe Raquel com muito amor:
– Olá, Maria, está tudo bem com você?
Maria responde:
– Sim, está tudo ótimo.
Carol teve um péssimo pressentimento e pensou:
– Puxa… Essa visita da tia Raquel não tá me cheirando bem, vou me esconder.
Maria convida Raquel para entrar. Ao ver que Carol não estava na sala, Maria suspeita de algo.
A tia diz:
– E a Carol, tem tudo notícias dela?
Maria Antônia disfarça e diz:
– Não, nem sinal dela. Uma pena não é?
– Bom, já que ela não está aqui, acho que vou ter que matar você mesmo.

Traumas Humanos: Um reencontro emocionante e um sumiço balançam capítulo de hoje!

Capítulo 16
Ao dizer essas palavras, Maria Antônia começa a chorar, chorar de saudade de sua irmã:
– Sim, mas… De que adianta eu voltar a andar sendo que não tenho minha irmã por perto para comemorar essa minha conquista. Sabe, ela me ligou, muito desesperada. Não sei se ela está viva.
Lúcio tenta controlar Maria Antônia:
– Maria, você não pode se deixar levar por esse sentimento. Mantenha a fé. Lembre-se, a mesma fé que faz você sentir DEUS perto de você é a mesma que vai fazer você se levantar e é a mesma que vai trazer sua irmã de volta. Creia em DEUS e o mais Ele fará.
Ao dizer essa palavras, Maria enxuga as lágrimas e vê ao longe, Carol chegar perto dela:
– Carol? Não acredito. Obrigado, Senhor JESUS.
As duas se abraçam, foi um reencontro emocionante. Carol diz:
– Ah, Maria. Nunca mais quero me afastar de você. Você é o encaixe perfeito da minha vida. Sofri tanto sem você!
Gabriel abraça Lúcio. Até parece que os dois já se conheciam. Gabriel diz:
– É, Lúcio, acho que a nossa missão acaba aqui. Fizemos uma família destruída voltar a se concertar.
Lúcio, apreensivo diz:
– Não sei. Algo me diz que a nossa missão ainda não acabou. Algo me diz que algo de grave vai acontecer com essas meninas.
Gabriel diz:
– Não, Lúcio. Somos anjos, não temos como sentir, nem opinar. Fomos enviados para juntar essas irmãs. O resto está nas mãos de DEUS.
Lúcio responde:
– Será que poderei ao menos dar um abraço na Maria?
Gabriel, em tom de bronca, diz:
– Lúcio, vamos embora. Nossa missão acaba aqui.
Os dois desaparecem. Carol e Maria se viram para falar com eles, mas…

Traumas Humanos: Tia Raquel fica fora de si e pode acabar com vidas!

Capítulo 15
Tia Raquel encontra um papel, onde Carol deixou escritas as seguintes informações: 16cm de comprimento, 6cm de largura, liso e moreno.
Ali estavam descritas as partes mais íntimas de Pedro. Raquel resolve fazer justiça. Ela prepara uma noite de amor inesquecível para Pedro:
– Amor. Acho que hoje é o nosso dia. Vamos selar o nosso amor, e nunca mais esquecê-lo.
Pedro se anima com a surpresinha de Raquel e diz:
– Sim, meu amor… Quero você todinha pra mim.
Enquanto o jantar romântico acontecia, Raquel tirou de dentro do seu sutiã um canivete, ela vai até Pedro e diz:
– Porque com a Carol? Eu não estava sendo suficiente pra você? Agora você vai ter o que merece.
Ela pega o canivete e o enfia no coração de Pedro. Ele ainda vivo, tenta falar, mas não consegue. Ele fica apenas vendo Raquel, com muita sensualidade atear fogo em toda casa.
Pedro morre carbonizado e Raquel, após esse ato, vai até a rodoviária e compra sua passagem para Aracajú, ao encontro de suas queridas sobrinhas.
Aracajú
Lucio e Maria Antônia se encontram para conversar. Ele diz:
– Como anda seu relacionamento com DEUS?
Maria Antônia, agora mais feliz, diz:
– Sim, está tudo muito bom entre mim e meu Soberano DEUS. Não sei. Sinto ele tão pertinho de mim, parece que a sua presença é real em meu viver.
Lúcio diz:
– Que bom, Maria. Isso é sinal de que você adquiriu a fé, aquilo que acreditamos sem ver. Parabéns, você está no caminho certo. Acredite: essa mesma fé pode fazer você, amanhã mesmo, se levantar dessa cadeira de rodas.
Maria Antônia fica eufórica e diz:
– É tudo o que eu mais quero.

Traumas Humanos: Gabriel aparece para ajudar Carol. Raquel desconfia sobre o sumiço da sobrinha!

Capítulo 14
Carol diz ao moço rico:
– Sim, será que tem como o senhor me levar para minha cidade, onde eu nasci e cresci?
Ele diz:
– Depende. Primeiro preciso saber o seu nome, e de onde você veio. Prazer, sou Gabriel.
Carol abre um sorriso de esperança e diz:
– Meu nome é Carol. Nasci em Aracajú. Meus pais morreram em um grave acidente, tenho uma irmã paraplégica. Vim para cá, morar com meus tios, mas, infelizmente, meu tio abusou muito de mim, fugi e estou aqui sem teto.
Gabriel se compadece da situação de Carol e diz:
– Venha comigo. Vou te levar para sua casa.
Carol se levanta e entra no carro com Gabriel.
No decorrer da viagem, os dois conversaram muito. Ela, a cada instante, olhava-o com um olhar de gratidão, com um olhar de graça. Ele, nutria por ela uma grande compaixão, pois ficou muito triste ao vê-la naquela situação.
Um amor puro e inocente nasce entre os dois.
Porto Alegre
Tio Pedro estava em uma enrascada, pois tinha que explicar à sua esposa o motivo do sumiço de Carol:
– Não sei, Raquel. Acordei e ela não estava mais aqui. Simples.
Raquel desconfia:
– Como assim, Pedro? Ela não tinha um tostão furado. Como fugiu?
Pedro inventa:
– Ah, quem sabe ela se cansou das nossas regras e foi embora, virou mulher da vida, com certeza.
Isso acalma Raquel, mas ela fica com uma pulga atrás da orelha:
– Algo de muito grave aconteceu!
Ela vai até o quarto onde Carol dormia e encontra um papel que a surpreende.

Traumas Humanos: Uma esperança nasce em Maria Antônia: JESUS!

Capítulo 13
Lúcio diz:
– Maria, você quer se aprofundar no seu relacionamento com DEUS?
Maria Antônia o responde:
– Com tantas coisas acontecendo, só em DEUS é que eu posso confiar…
Lúcio então começa a dizer:
– Você precisa se converter, ter seu coração totalmente voltado para as coisas de DEUS. Ele pode te curar, pode te transformar e pode trazer de volta o sorriso do seu rosto que se perdeu.
Maria Antônia diz:
– Mas como faço para ter mais de DEUS?
Lúcio diz:
– Primeiro você tem que entender que JESUS morreu na cruz por amor a você. DEUS entregou o seu único filho, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna. Todos os dias, entre em seu quarto, feche a porta e ore à Ele, converse com Ele, tenha um relacionamento de amor com o seu Pai.
Maria Antônia, com um leve sorriso no rosto, diz:
– Obrigado Lúcio. Acho que uma esperança está brotando em meu coração.
Lúcio responde:
– Essa esperança é JESUS. Aqui está o único e melhor presente que eu posso te dar: a bíblia sagrada.
Maria Antônia o agradece.
Enquanto isso, em Porto Alegre, Carol chorava o rumo que sua vida tomou:
– Como vim parar aqui? Estou toda abusada suja. Parece até que não tenho mais nenhuma condição de olhar nos olhos de ninguém.
Nesse momento, passa um homem, muito rico, com um carro de luxo e fala com Carol:
– Menina, o que você está fazendo aqui? Será que eu posso te ajudar?
Carol não tinha mais confiança em nenhum homem, mas era a única chance de voltar aos braços de sua irmã…

AINDA HOJE, às 6 da tarde, não perca o 10º capítulo de "Traumas Humanos"!

A história já passou da metade e em breve entrará em sua reta final. É hora de prestar bema atenção nos acontecimentos dessa história cheia de TRAUMAS.

De segunda à sexta, às 18h.

Você que perdeu os capítulos anteriores e quer revê-los, CLIQUE AQUI!
UHTV! Web-Novelas de Qualidade pra Você!